INSCREVA-SE
Voltar

Notícias

20 de Janeiro de 2017

EcoDesign: moda engajada e sustentável

Com consultoria da estilista e designer Isabela Capeto, desde o início de novembro/ 2014, conduzidas pelo projeto EcoDesign, várias indústrias de componentes têm se concentrado no desenvolvimento de produtos e práticas com base em pouco impacto ambiental, onde entra a utilização dos tanantes vegetais da Tanac no curtimento do couro, solventes à base de água e produtos chrome free, refletindo uma moda engajada e sustentável.

Nesta edição do Inspiramais Verão 2018 – Salão de Design e Inovação de Componentes, que ocorreu nos dias 16 e 17 de janeiro, as empresas apresentaram linha de calçados, bolsas e artigos de moda reaproveitando tudo que já foi criado em edições anteriores: modelagens, produtos, materiais. Segundo Isabela, “estamos transformando o que a gente já desenvolveu em coisas novas. Pegamos o que já fizemos nos projetos anteriores e damos uma cara nova para esse desenvolvimento se transformar em outra coisa, ter outro sentido. Estamos 100% sustentáveis”. Além do reaproveitamento, as empresas utilizam materiais como solventes à base de água, produtos chrome free e tanantes vegetais.  O trabalho é desenvolvido com empresas dos principais polos calçadistas do país, com acompanhamento direto da estilista.

Participaram, nesta edição, os curtumes Aguapé e Krumenauer e as empresas Comlasa, JP Spezzia e Metal Reuter. O projeto é uma realização da Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couros, Calçados e Artefatos (Assintecal) e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), com apoio do Centro das Indústrias de Curtume do Brasil (CICB) e patrocínio da Tanac.

Compartilhe

OPS!